sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Empresários discutem Criação do Conselho de Desenvolvimento Econômico na ACIS

Foto: Facebook/ACIS

Será realizada nesta sexta (10/2), a segunda reunião para criação do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (Codes) de Sarandi. O encontro será às 19h30, na Associação Comercial e Industrial de Sarandi (ACIS), com empresários e autoridades representativas de órgãos públicos da sociedade organizada. O primeiro encontro foi no dia 2 de fevereiro, quando o prefeito Walter Volpato, o chefe de gabinete, Pedro Colli, o presidente da ACIS José Ricardo Pereira e um grupo de empresários receberam do Conselho de desenvolvimento Econômico de Maringá (Codem) orientação e apoio para a implantação do conselho de Sarandi. O prefeito Walter Volpato, o vice Zé da Gráfica, o chefe de gabinete Pedro Colli, também empresários em Sarandi, e secretários municipais estão entre os convidados. Na avaliação do presidente da ACIS, a implantação do Codes significa um salto em qualidade e desenvolvimento socioeconômico para o município. “Com a ajuda desse conselho vamos fazer coisas muito positivas em áreas importantes como saúde, educação, infraestrutura entre outras. Vamos atrair novas empresas, investir em formação e capacitação”, acredita Ricardo Pereira. “É preciso pensar numa Sarandi melhor hoje, mas também na cidade que queremos deixar para nossos filhos e netos”, conclui. Para o prefeito Walter Volpato, apoiador e incentivador da ideia, a implantação do Codes vai facilitar a união dos empresários que lutam pela melhoria da cidade. “Estamos empenhados em fazer de Sarandi uma cidade muito melhor para todos. Por isso pedimos aos empresários que montem esse conselho o mais rápido possível. Tenho certeza que será uma grande ajuda para nossa administração”, diz o prefeito, que presidiu a ACIS por oito anos, em quatro legislaturas. SOBRE SARANDI Sarandi foi distrito de Marialva até 1983, mas a fundação foi em 1948, pela Companhia de Terras Norte do Paraná. O município cresceu de forma desordenada, sem plano urbanístico ou qualquer legislação e os impactos são observados na falta de saneamento básico e má mobilidade urbana, entre outros problemas. O Índice de Desenvolvimento Humano (IDHM) do município é 0,695 (Pnud/2010) e o município possui apenas 8% de rede coletora de esgoto. Com 34 anos de emancipação, Sarandi conta hoje com aproximadamente 100 mil moradores. 
Assessoria de Comunicação Social de Sarandi

Nenhum comentário:

Postar um comentário